sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Deixe a Alegria Ser a Sua Directriz



Queridos amigos,

Eu sou Maria e represento O aspecto feminino do Ser Crístico. Eu OS saúdo hoje e gostaria que compartilhassem DA alegria e DA Paz que estão disponíveis para vocês e que pertencem à sua própria essência. Vocês não estão aqui para sofrer, para lutar ou para simplesmente sobreviver. Estão aqui na Terra para ter alegria, ser quem são e vivenciar este milagre. Vocês são lindos do jeito que são. Nada precisa ser mudado ou melhorado. Tudo está bem. Entendam isto.

A essência DA criação é a alegria. Deus não OS criou para um propósito sério e pesado. Ele OS criou DA alegria e DA vontade de explorar. Ele queria desvendar a vida através de vocês. Todos vocês são a expressão do amor e DA alegria criativa de Deus, e é por isto que lhes é permitido experienciá-Los em todos OS momentos do dia. Eu OS convido a se re-conectarem Com este fluxo original de energia, a alegria de criar de Deus, que jorra através de todos vocês.

Vocês têm a tendência a tornar a vida muito pesada e séria.

Imaginem que não estão aqui para atingir uma meta, mas simplesmente para ser vocês mesmos, incluindo as suas partes que lhes parecem sombrias, indecisas ou emperradas. Sim, estas partes também são bem-vindas, elas fazem parte desta experiência, DA experiência completa DA dualidade em todos OS seus aspectos.

Confiem que esta experiência OS leva a algo lindo, algo mágico, a um novo mundo. Vocês estão sempre se movimentando e se transformando. Não existe nenhum propósito fixo, nenhum destino final. Vocês estão constantemente na estrada. Então, aproveitem O fato de estar na estrada, aproveitem as correntes DA vida que estão sempre mudando, e aquela carga tão pesada será retirada das suas costas.

Peço a cada um de vocês que volte no tempo, para O instante antes do seu nascimento neste corpo na Terra. Não duvide, não se pergunte se isto é possível, simplesmente viaje na sua imaginação. Não importa se pensa que está inventando tudo. Confie em is mesmo e permita-se sentir que houve um momento em que você era livre do corpo. Você era independente DA forma física, sentia-se ilimitado e tudo era possível. A vida era mágica. Nessa dimensão de Grande liberdade, você sentiu uma força que O atraía para a Terra. Entre todos OS lugares existentes, a sua atenção foi atraída para esse pequeno planeta que possuía tantos potenciais grandiosos; potenciais de luz e de trevas, de amor e de medo. Você sentiu um puxão. Ficou se perguntando qual seria a natureza DA realidade desse planeta e sentiu que tinha alguma coisa a ver Com ele. Sentiu que havia alguma coisa lá que você queria experimentar.

Como um espírito livre, você decidiu Dar um mergulho e encarnar na Terra. Sinta como, ainda hoje, depois de ter passado por tantas experiências neste planeta, você ainda mantém aquela sensação original de interesse, encantamento e atracção que teve naquele momento. Sinta como é especial O facto de você estar aqui agora, e DA sua consciência ter se estreitado para caber num corpo terreno, percebendo a realidade através de sentidos físicos como a visão, a audição e O tato. Este modo particular de perceber a realidade não é O natural; a sua perspectiva original é muito mais ampla e menos limitada. Entretanto, você escolheu esta limitação, porque havia algo incrivelmente valioso a ser encontrado nela.

Você está aqui na Terra para expressar a liberdade e a magia dos reinos espirituais de onde veio. Está aqui para trazê-Las para a forma e para a matéria e torná-Las disponíveis para a sua própria experiência e para a experiência dos outros. Sim, você é um portador DA luz, onde luz quer dizer liberdade, facilidade e alegria. E você já esteve antes na Terra, Com O mesmo desejo e impulso de acender a luz DA criação aqui e espalhar alegria e percepção. Permita-se sentir isto outra vez. Saiba quem você é. Você não precisa ser ou fazer nada de especial aqui, não precisa conseguir nada excepto lembrar-se de quem você é e permitir que a alegria O preencha novamente. Esta é a sua tarefa: voltar ao seu estado original de encantamento e alegria entre energias que parecem apontar para uma direcção totalmente diferente. Você foi colocado sob pressão.

A realidade DA Terra, O modo como as pessoas pensam e as crenças DA sociedade podem pesar muito sobre você e afundá-lo no esquecimento por uns tempos. Lembre-se que você é a divindade na carne. A luz está jorrando de você neste momento, através das suas mãos, através dos seus olhos. Sinta isto. Ela nunca O abandonou, mas, em algum momento DA sua vida, lhe disseram que esta luz não podia fluir livremente em público. Você acredita que tem que escondê-la e mantê-la dentro de is, por medo de ser "diferente".

A obrigação de ser normal, fechando-se dentro daquilo que outras pessoas possam pensar de você, provavelmente é a pior prisão que existe na Terra! Estar num corpo não o limita tanto quanto isto. A verdadeira limitação se origina do facto de você aceitar as diversas crenças pesadas e medrosas da sociedade e deixar que elas diminuam a sua radiância divina. Meu desejo é mostrar-lhe um meio de sair disso, e a chave é: atreva-se a receber alegria de novo em sua vida, sinta que ela é sua por direito de nascimento! Ela é simplesmente o que você é.

Você é a alegria de Deus manifestada. E para ser isto, você não precisa conseguir nada, no sentido mundano da palavra. Só precisa ser uno com o que você é. Precisa sentir que está bem como você é aqui e agora. Não há nada em que você seja insuficiente, não há nada faltando em você. Abrace a totalidade do que você é agora – os seus medos, os seus bloqueios emocionais e, ao mesmo tempo, um sentido profundo de admiração e vitalidade, no fundo do seu ser.

A própria vida flui através de você e deseja lhe conferir seus diversos dons milagrosos. Você empreendeu esta jornada de encarnação neste corpo, nesta sociedade, nesta dimensão material. Isto é o suficiente. Com isto, você já mostrou sua enorme coragem e sua grande fé. Agora confie que lhe é permitido receber tudo o que você precisa na sua vida. Sinta a alegria pura de estar vivendo neste momento.

Deixe o seu ser relaxar nela. Imagine que, de agora em diante, não existe nada que você "deva fazer" na sua vida. Se você realmente se conceder esta liberdade, sua vida fluirá sistematicamente suave e fácil. Entendo que isto vai contra muita coisa que lhe foi dita por seus pais, professores, patrões, etc… A sociedade incute-lhe a idéia de que você tem que trabalhar duro e diligentemente para desenvolver as habilidades e aptidões necessárias para lidar com a realidade.

Ela diz-lhe para permanecer pequeno e focalizar o que é possível em vez daquilo com que você sonha e deseja. Não é apenas a sociedade que lhe diz isto, muitos ensinamentos espirituais também têm uma visão severa e disciplinadora a respeito de como atingir a iluminação. Imagine que você libera a própria idéia de metas e conquistas. Imagine-se dizendo para si mesmo: "Eu sou como sou, e estou totalmente bem do jeito que sou." Que libertação!

Se puder permitir a si mesmo manter-se relaxado a este ponto, as coisas começarão a fluir na sua vida, e você verá que acontecerá exactamente o oposto daquilo que a sociedade lhe diz para esperar. As coisas começarão a acontecer para você, sem que tenha que trabalhar duro para isso. Se puder ser uno consigo mesmo e aceitar as coisas como são, você atrairá um fluxo de paz que trará milagres à sua vida. Ao se aceitar como é, você diz "sim" para a vida e para o facto de estar aqui na Terra, e dá a si mesmo a permissão para receber tudo o que deseja, simplesmente porque você é quem é, uma parte indestrutível de Deus, valorizada e amada incondicionalmente. Se você encontrar essa paz no seu coração e se desapegar das suas expectativas tensas e limitadoras, permitirá que a magia da vida tome conta de você, pois se entregará ao seu fluxo e ao seu ritmo.

Eu lhe digo para começar encontrando satisfação na sua vida, para começar encontrando o emprego certo, o relacionamento certo ou a casa certa para morar. Comece permitindo a si mesmo experimentar a alegria outra vez – a simples alegria de Ser, a simples alegria de ser você.

Espiritualidade é simplicidade e facilidade; é sentir como uma criança pode sentir, sem pensar no amanhã, mas simplesmente aproveitando o presente e fazendo o que der vontade de fazer. Sei que você acredita que isto não é mais possível para um adulto. Isto é uma tragédia! Há tanta tristeza no facto de você ter se sentido obrigado a renunciar à sua parte mais espontânea e despreocupada! Estenda a sua mão para a sua criança interior, que guardou sua espontaneidade para você. Lá no fundo do seu ser ainda existe aquela criança que quer brincar e se divertir, a criança que quer explorar a vida e confia que tudo estará sempre bem. Esta criança sabe que a Terra é um lugar seguro para você se expressar. Sinta-a e deixe-a falar com você de novo. Talvez ela queira lhe dar uma mensagem, neste momento. Se ainda não sentir nada, está bem também.

O que importa é que você esteja querendo dar atenção a essa criança, que você diga "sim" para o fluxo original de espontaneidade dentro de si, para a inspiração da sua alma. Você está repleto de conceitos que lhe dizem que isto não é possível ou desejável, que você precisa voltar-se para fora em vez de para dentro, para encontrar orientação na sua vida. Mas não é assim. A vida deve ser vivida de acordo com outros princípios. O verdadeiro poder criativo, a verdadeira manifestação de criações positivas na sua vida, sempre acontece a partir de um estado de simplicidade e facilidade. É exactamente quando você se sente totalmente relaxado e divinamente despreocupado a respeito das coisas, não se forçando a fazer nada, que você atrai as mudanças mais positivas na sua vida.

Se você simplesmente valorizar os seus sonhos e desejos, e depois se desapegar deles, deixando que as coisas tomem seu próprio rumo, sua confiança os atrairá a você. Você nem sequer esperará que eles se realizem, pois estará muito ocupado divertindo-se no presente.

A vida é maravilhosamente simples. Estamos com todos vocês e entendemos muito bem o que estão passando. Nós lhes pedimos que confiem nesta mensagem e tenham fé na bondade da vida e na alegria que flui através de cada ser vivente. Dêem uma olhada na natureza.

Os animais, as árvores e as plantas estão inerentemente voltados para a expressão da beleza e da harmonia. Eles não duvidam de si mesmos. Eles valorizam a si mesmos de um modo perfeitamente natural e pacífico.

Conectem-se com essa energia natural de valorização e saibam que vocês são mantidos dentro dessa mesma rede da vida. Vocês estão seguros. Deus está bem aqui com vocês, e nunca sairá do seu lado. Atrevam-se a se entregar aos cuidados da magia da vida, que nada mais é do que o fluxo divino da sua própria alma. E aproveitem!


Maria - canalizada por Pamela Kribbe em Junho de 2008

2 comentários:

joana disse...

: ) beijinho João

cova-do-urso disse...

Para não deixar tudo para a última hora, aqui deixo os meus votos de um bom 2009, o ano do realismo categórico do Senhor dos Poderes. Abraço.